html website templates

Criação de Rainhas

A criação de rainhas deve ser uma actividade bem conhecida e dominada por todos os apicultores. Criar rainhas pode ter vários objectivos, o principal será o de garantir que o apicultor dispõe sempre de rainhas jovens (até 2 nos de idade) no seu efectivo. Outro objectivo pode ser comercial, ou seja produzir mais rainhas que a sua necessidade própria e dispensar ou vender rainhas a outros apicultores.

São várias as técnicas que permitem criar rainhas

O processo de criação passa sempre por começar por obter um ovo ou uma larva com até três dias de nascida. Esta larva colocada numa cúpula e posteriormente inserida numa colmeia inciadora irá dar origem a um alvéolo real, de onde irá nascer uma princesa (abelha rainha virgem). De seguida esta princesa deverá ser fecundada dando origem a uma rainha.

Dependendo dos objectivos do apicultor, quer seja apenas uma pequena produção para melhorar o seu efectivo apícola, quer seja para uma produção em escala mais alargada há técnicas que permitem que o apicultor possa atingir esse objectivo. Desde a utilização de cúpulas feitas pelo próprio apicultor em cera, passando pela utilização de quadros porta cúpulas, utilização de colmeias iniciadores, utilização de baby nucs para fecundação, fecundação artificial ou para grande escala a utilização de um CupoLarvae, as técnicas são várias e será o apicultor que deverá conhece-las e optar pela que melhor se adapte às suas necessidades.
Quer saber mais?